apple-logo
Um Comentário
iPhone

Apple pode ser impedida de usar a marca iPhone no Brasil

No final do ano passado, para surpresa de muitos, a empresa Gradiente lançou um novo smartphone e chamou-o de… iphone. É isso mesmo, ela usou o mesmo nome usado pela Apple no seu já popularíssimo smartphone. E curiosamente, o iphone da Gradiente usa o sistema operacional Android, da Google, atualmente o grande concorrente do iOS da Apple. Mas o que surpreendeu muita gente mesmo foi o fato de que a Gradiente é de fato a detentora legal dos direitos de uso da marca iphone no Brasil.

Eu explico melhor: a Gradiente registrou o nome iphone no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) no ano 2000, 7 anos antes do lançamento do iPhone da Apple. De onde ela havia tirado esse nome naquela época? Segundo a própria empresa, a ideia era chamar o aparelho de Internet Phone, mas o nome ficou muito grande e a equipe de marketing decidiu encurtá-lo para IPhone.

Em 2006 a Apple solicitou pela primeira vez o uso exclusivo da marca iPhone no Brasil, mas o pedido foi recusado pelo INPI justamente devido ao registro pré-existente feito pela Gradiente. Segundo o jornal Folha de São Paulo, a Apple chegou a repetir a solicitação em 2007, 2010 e 2011, sem obter sucesso.

O concessão dos direitos sobre a marca iphone foi confirmada para a Gradiente em 2008. A IGB Eletrônica, detentora da marca Gradiente, explicou que ainda não haviam lançado nenhum produto com a marca iphone pois eles estavam trabalhando na reestruturação da empresa para poder então retomar os negócios. Veja o vídeo que a Gradiente divulgou em seu canal oficial no YouTube para explicar essa história toda:

Por fim, na última segunda-feira, dia 04 de fevereiro, o INPI rejeitou o pedido de uso exclusivo da marca feito pela Apple. O próximo passo seria a publicação desta decisão final na Revista da Propriedade Intelectual do INPI, prevista para o dia 05 de fevereiro, confirmando que a marca de fato pertence à Gradiente. Esta publicação não aconteceu, segundo o INPI, por motivos técnicos, e a edição da revista contendo a decisão será publicada oficialmente no próximo dia 13.

Depois disso, caberá à IGB Eletrônica entrar com recursos legais para impedir a Apple de usar o nome aqui no Brasil ou para entrar em acordo para que a Apple possa fazer uso da marca, o que é mais provável que aconteça, desde que a empresa da maçã esteja disposta a desembolsar um bom dinheiro com isso. Vale lembrar que esta não é a primeira vez que a Apple enfrenta dificuldades com uso de marcas de seus produtos. Ela teve que entrar em acordo com a Cisco para poder obter direitos sobre o uso do próprio nome iPhone nos Estados Unidos, e teve que negociar com a empresa Proview para o uso do nome iPad na China.

Lembrando que não importa qual “iphone” você possua, o da Apple ou o da Gradiente, saiba que você encontrará notícias, reviews de apps e tutoriais para ambas as plataformas iOS e Android aqui mesmo no AppTuts. Clique neste link para acessar o conteúdo para o iPhone da Apple, e clique neste link para acessar o conteúdo para Android no nosso site.

Gradiente iPhone

Outras sugestões

Comentar

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *