Google Reader
Um Comentário
Web

O Google Reader está com seus dias contados. E agora?

Num anúncio oficial feito no dia 13 de março, a gigante das buscas Google tornou oficial que está descontinuando os trabalhos no seu conhecido leitor de RSS feeds, o Google Reader. Segundo o anúncio, o serviço será tirado do ar no dia 1 de julho de 2013.

O Google Reader estreou em 2005, no auge dos RSS feeds (caso você não saiba o que é um RSS feed ou como usá-lo, leia o nosso artigo Como usar o RSS). Como o próprio texto do anúncio afirma, ele ainda tem seguidores fiéis, mas a Google informa que o uso deste serviço tem declinado nos últimos anos, o que levou-os a tomar esta decisão.

Como exportar as informações do Google Reader

Os usuários do serviço terão até o final de junho para exportar suas informações e procurar outras alternativas para ler os feeds dos seus sites preferidos. A Google recomenda o uso do Google Takeout para coletar as informações do Google Reader antes que ele “se aposente”. As informações que o Google Takeout exportará são:

  • Lista das pessoas que você segue
  • Lista das pessoas que seguem você
  • Itens marcados com estrela
  • Itens marcados como favoritos
  • Itens que você compartilhou
  • Itens compartilhados pelas pessoas que você segue
  • Notas que você criou
  • Itens com comentários
  • Inscrições de RSS feeds

Para exportar suas informações com o Google Takeout, clique no link abaixo:

http://www.google.com/takeout/#custom:reader

Ao acessar este link, você verá uma página com uma estimativa de quantos arquivos serão gerados na exportação das suas informações e qual a quantidade de bytes, como mostra a imagem a seguir:

Google Reader - exportação com Google Takeout 01

Para gerar o arquivo com seus dados, clique no botão Create Archive. Na página seguinte ele mostrará um painel com uma barra de progresso, que indicará o andamento da criação do arquivo.

Ele demora normalmente alguns minutos para concluir, mas pode demorar mais se houver muitas informações a serem coletadas. Ao final do processo, o botão Download será habilitado. Clique nele para baixar o arquivo gerado.

Google Reader - exportação com Google Takeout 02

O arquivo ZIP resultante contém todas as informações em arquivos no formato JSON, exceto a lista de sites nos quais você se inscreveu, que está contida em arquivo no formato XML. Você poderá usar este arquivo XML, de nome subscriptions.xml, para importar esta lista em outro leitor de feeds.

Alternativas para o Google Reader

Caso você seja atualmente um usuário do Google Reader, temos algumas sugestões de leitores de feeds para você experimentar, em substituição ao Google Reader. Clique nos links da lista abaixo para ler a review completa de cada aplicativo para poder avaliar qual deles te atenderá melhor:

  • Cappuccino: disponível para a plataforma MacOS;
  • Feeddler: disponível para a plataforma iOS (iPhone, iPad e iPod Touch);
  • Feedly: disponível para as plataformas Android e iOS (iPhone, iPad e iPod Touch), além de estar disponível em versão web e também como extensão para os browsers Chrome e Firefox;
  • Flipboard: disponível para as plataformas Android e iOS (iPhone, iPad e iPod Touch);
  • The Early Edition 2: disponível para a plataforma iOS (somente iPad);
  • Winston: disponível para a plataforma iOS (iPhone, iPad e iPod Touch).

Note que alguns destes aplicativos oferecem sincronização com o Google Reader, mas também trabalham sem ele. Recomendamos que você leia as reviews pois embora todos estes aplicativos sejam leitores de feeds, eles diferem uns dos outros visualmente e na forma de ler as notícias e acessar os feeds.

Aproveite para testar estes aplicativos enquanto o Google Reader ainda está no ar, pois assim fica mais fácil acessar suas assinaturas. E se você costuma ler feeds e tem alguma outra sugestão de aplicativos que substituam o Google Reader, deixe seu comentário ao final do post.

Outras sugestões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *