logotipo Kingdoms of Camelot Battle for the North
Nenhum Comentário
Android
01234

Kingdoms of Camelot: Battle for the North

A lenda do Rei Arthur. Um emocionante conto de bravura, traição, romance e misticismo. Mas e infelizmente não há muito sinal de nada disso em Kingdoms of Camelot: Battle for the North. Em vez disso, temos um jogo um pouco lento e repetitivo, do gênero de gerenciamento de recursos com um elemento social interessante. Mas será isto suficiente para reunir o seu interesse?

Se o usuário já jogou, por exemplo: Legends: Rise of a Hero e Kingsbridge, sabe perfeitamente o que fazer agora. Você constrói um reino gradualmente, começando com as casas dos seus trabalhadores para eles viverem e passa, então para serrarias e minas para a captação de recursos. O usuário usa estes recursos para construir defesas, embaixadas, e outros monumentos impressionantes. Kingdoms of Camelot: Battle for the North, na verdade, não faz nada melhor do que todos os outros jogos deste gênero

Como jogar Kingdoms of Camelot: Battle for the North

O usuário começa com um pequeno pedaço de terra e todos os jogadores devem gerenciar os seus recursos, tais como: pedra, madeira, comida, população, e assim por diante. Tudo está ligado neste aplicativo, pois: os recursos são necessários para construir estruturas, a população é necessária para o homem construir exércitos e fazendas, que são necessários para alimentar a população. Além disto, o ouro é necessário, assim, que é conquistado, através de impostos, que fazem a população infeliz (o que não é novidade para ninguém), forçando os jogadores a construir estruturas ou usar itens compráveis para remediar o problema.

Kingdoms of Camelot Battle for the North

Parece tudo muito complicado à primeira vista, mas na verdade não é tão ruim. Ok, o jogo leva um tempo para andar através de cada grande passo mecânico, mas tem um bom sistema de busca. O que torna tudo muito fácil de gerenciar, uma vez reunidas as estruturas necessárias. Tal aplica-se à pesquisa de novas tecnologias (o que melhora a eficácia da seleção edifícios e unidades) e a modernização de estruturas para novos níveis de eficiência. No entanto, o jogo tem os meios típicos para acelerar as tarefas: usa os itens comprados através de uma moeda virtual. Além da construção mais rápida, estas também podem ser utilizadas para aquisição de bênçãos para as tropas, tais como danos ou defesa.

Multiplayer

Como foi referido antes, este é um jogo multiplayer e dentro dele, o usuário pode atacar quem quiser. Novos jogadores recebem um período de carência de sete dias, mas ao mesmo tempo que pode parecer muito tempo, não é verdade. Enquanto os jogadores aumentam o seu exército, eles acumulam poder militar, mas no final de um período de uma semana ele ainda vai provavelmente ser pálido em comparação com o de usuários veteranos. A única alternativa é forjar rapidamente alianças com outros jogadores , mas ainda é extremamente frustrante não ter nenhuma chance de se defender a si mesmo.

Conclusão/ Opinião

como jogar Kingdoms of Camelot Battle for the NorthComecemos por analisar os aspetos menos positivos, este jogo tem a necessidade irritante de alternar entre os três pontos de vista diferentes e um sistema de menus confusos, contra-intuitivo que diz o que você precisa de fazer. Também não me lembro de nenhum modelo igual a este, onde o usuário não pudesse construir ou atualizar mais do que um edifício de cada vez. Ainda assim, (começando já a analisar os aspetos positivos) há uma atração cada vez maior à medida que o usuário passa mais tempo com o jogo e começa a formular os seus próprios planos de dominação.

Mais uma vez, o jogo em si não é tão ruim. O seu ritmo é um pouco lento, mas uma vez que é no celular (com notificações) permite que os usuários agora demorem alguns minutos para gerenciar o seu reino sempre que tiverem um tempo livre.

Kingdoms of Camelot: Battle for the North
01234 Total de 15 votos.
Design
Facilidade
Usabilidade
Versatilidade
Preço
Download
116 Downloads até agora

Outras sugestões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *