Star Wars: A Rebelião
Nenhum Comentário
Android
01234

Star Wars: A Rebelião

Foi em 1977 que nós, seres humanos, fomos apresentados à Força — e, assim, a todo o universo de Star Wars. Essa criação de George Lucas não foi um sucesso apenas nos cinemas, mas também em muitas áreas do entretenimento, como os jogos. Só no mercado mobile, os jovens Padawans já puderam desfrutar de Star Wars Galactic Defense, Star Wars Tiny Death Star, Star Wars Commander, Star Wars Assault Team e até em Angry Birds Star Wars e Star Wars Pinball. Para comemorar (e aproveitar) o lançamento do novo episódio da série, os fãs receberam mais um game: Star Wars: A Rebelião, disponível para Android, iPhone e iPad. Será que ele conseguiu ser bom o suficiente para não cair no lado negro?

Bloqueio de informação

As aventuras de Star Wars: A Rebelião para Android, iPhone e iPad se passam dentro da história cinematográfica, mais especificamente entre o Episódio VI: O Retorno de Jedi e o recém-lançado Episódio VII: O Despertar da Força. Logo após a queda do Imperador Palpatine no fim do último filme da trilogia clássica, a maior preocupação do Império é impedir que a informação da morte se espalhe pela galáxia. Você é um(a) contrabandista, que deve sobreviver nesse novo ambiente de caos que se instaurou. Aliás, seu personagem pode ser personalizado, incluindo ainda diversas raças presentes na franquia.

Star Wars: A Rebelião para iPhone

Uma armadilha dos Sith?

Em muitos aspectos, Star Wars: A Rebelião se parece muito com um MMORPG, até mesmo com a necessidade constante de conexão com a internet (hora de se preocupar com seu pacote de dados!). A ideia é viajar entre alguns planetas, completando missões e fazendo seu treinamento para descobrir todo o poder da Força. O jogo ainda disponibiliza várias classes diferentes, com poderes e características distintas, e tem um modo multiplayer, que permite a você cumprir tarefas e batalhar com outros usuários simultaneamente.

Mesmo com esse conceito interessante, a execução é a maior falha de Star Wars: A Rebelião. Em termos de gameplay, a única coisa que realmente se destaca é o sistema de habilidades, que podem ser combinadas para criar novas estratégias nos duelos. O resto fica bem monótono, já no começo da jogatina: a movimentação dos personagens é lenta, os combates se resumem a tocar nos inimigos e esperá-los morrer e nenhuma mecânica consegue inovar, nem aproveitar todas as peculiaridades do universo de Star Wars.

Star Wars: A Rebelião para iPad

Conclusão/Opinião sobre Star Wars: A Rebelião para Android, iPhone e iPad

Não foi desta vez que um novo clássico sobre o universo dos Jedi conseguiu um novo clássico no mercado mobile. A ideia de Star Wars: A Rebelião não é ruim — principalmente ao seguir uma linha de mundo aberto, com personalização e multiplayer — mas todo o resto não impressiona. O gameplay tem muitas falhas que tornam-o desinteressante e chato em pouco tempo e nem mesmo o visual, mesmo que aceitável, salta os olhos para compensar a qualidade mediana do título. Com tantos games bons de Star Wars, você não vai precisar deste para se divertir.

Star Wars: A Rebelião
01234 Total de 226 votos.
Design
Facilidade
Usabilidade
Versatilidade
Preço
Download
220 Downloads até agora

Outras sugestões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *