Bastion para ipad
Nenhum Comentário
iPad
01234

Bastion

Com uma horda de fans incondicionais, a chegada de Bastion para mobile foi aplaudida e o jogo que já havia conquistado corações com sua forma inusitada de contar história, arte impecável e esmero na jogabilidade trouxe mais alegrias, se tornando finalmente disponível para todos os momentos – e assim se fez, jogar na cozinha, na sala, no bar, onde for. O primeiro jogo da Supergiant Games foi lançado inicialmente para Xbox 360 e em seguida foi disponibilizado na Steam, finalmente em 2012 foi portado para mobile, sendo exclusivo para iOS e Chrome.

Bastion conta a história de um menino, Kid, e sua luta para reconstruir seu mundo, que foi destruído e invadido, após essa tal “Calamidade” resta apenas juntar pequenos cristais coloridos que podem ajudar a trazer a normalidade de volta a vida dos pequenos habitantes de Caelondia.

Como jogar Bastion

Começamos o jogo com nosso herói caindo literalmente de cara no chão, em sua cidade destruída, perdido, se inicia uma sequência de tutoriais que vão te introduzir na mecânica do jogo. Em Bastion o caminho não está pronto para você, a medida se avança os lugares e as tarefas vão surgindo, de forma bem lúdica somos apresentados a história da “Calamidade”, o nome dado ao incidente que destruiu o mundo do pequeno Kid.

Com a possibilidade de jogar com 10 armas atualizáveis, sem sombra de dúvida o arco e o martelo é a melhor pedida, seguindo a fórmula de um bom RPG, temos upgrades e potions, que restauram vida e agregam poderes. Os inimigos, seres estranhos e sombrios são relativamente fáceis de combater, já que o foco do jogo é na narrativa e essa sim, é muito bem contada.

Bastion para ipad

Talvez a estrela do jogo seja o narrador onipresente, Rucks, que te acompanha seja rindo de você durante seus erros ou te explicando sobre tudo que cerca o mundo de Bastion, transformando a aventura em algo muito mais profundo que apenas destruir inimigos e seguir o fluxo.

Conclusão/Opnião

Das várias formas de se criar um jogo, cada um com suas finalidades, seja ela os gráficos, a mecânica, os inimigos, o que pode fazer com que o jogador realmente se encante é a forma como tudo isso é contado. Por mais que atirar sem parar ou correr sem parar- não menosprezando Temple Run: Oz -, o prazer de adentrar uma história e aprender nela algo é muito mais prazeroso que a reunião de tudo que foi citado e além e Bastion nos traz exatamente isso.

Além da arte impecável da artista Jen Zee, não temos nada tão incrível em matéria de jogabilidade, a semelhança com Zelda e Ultima Forever pode ser notada em alguns momentos, o que pode ser um mérito, dependendo do ponto de vista. Mas o que realmente chama atenção é Rucks, o NPC ( Non Playable Character), que é o grande culpado pela submersão do jogador na história, sem que seja possível parar até descobrir o fim da aventura.

Bastion pode ser adquirido na Xbox LIVE Arcade, na Steam, para o Google Chrome na Web Store e para iOS clicando no link logo abaixo.

Bastion
01234 Total de 40 votos.
Design
Facilidade
Usabilidade
Versatilidade
Preço
Download
340 Downloads até agora

Outras sugestões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *