Carmageddon-apptuts
Nenhum Comentário
iPad
01234

Carmageddon

O ano de 1997 foi marcado pelo lançamento do jogo Carmageddon. Já faz quinze anos!  Para se ter uma idéia, neste mesmo ano a série de desenhos South Park foi lançada; a saga de Harry Potter iniciou, e a Princesa Daiana faleceu. Naquela época, no Brasil, os computadores tinham telas de tubo de 14 polegadas, pois telas de 17 polegadas eram muito caras e enormes. Mouse óptico e teclado sem fio praticamente não existiam. Conectar a internet era uma tortura. Quando o modem de 54.400 kbps conseguia uma boa conexão, a velocidade de download era de 2.5 kilobytes, o que levava no mínimo 30 minutos para baixar um mp3 pelo Netscape. E para instalar o Windows 95, era preciso 25 disquetes.

Mas em meio desta “tortura”, para alegria dos gamers, o jogo Carmageddon foi lançado. Foi um divisor de águas. Não exigia grande processamento, era muito divertido e possuía uma jogabilidade incrível. A mesma versão do jogo foi lançada recentemente para iOS e durante o primeiro dia de lançamento o game ficou grátis para iPhone e iPad.

O jogo

Carmageddon é um violento jogo de corrida situado em diversos ambientes, desde cidades (e campos de futebol), desfiladeiros, minas subterrâneas, regiões com neve até zonas industriais com rios de ácido. O objetivo é vencer a corrida, mas não necessariamente completando o percurso em primeiro lugar. Existem três formas de ganhar: percorrer os checkpoints chegando em primeiro, destruindo o carro dos outros competidores ou optando pela forma mais difícil e demorada, atropelando todos os pedestres e vacas.

A grande diversão é não precisar seguir uma regra ou outra. Apenas o humor é lei. Explore todo o cenário, sem ficar preso a pista. As vezes é possível subir inclusive em prédios, por isso é bom tomar cuidados com as rampas pois os acidentes são incríveis e as vezes mortais. É divertido perceber que o carro vai estragando com o tempo, ficando com a lataria retorcida ou queimada; os pneus podem estragar fazendo com que o carro balance freneticamente. Um esboço da estrutura do carro é exibido na parte direita da tela, informando quão destruído o seu carro se encontra. Se necessário, toque nesta parte da tela para que o carro seja arrumado, custando alguns dos seus pontos. Caso tenhas sofrido um acidente incrível, é possível deslizar o dedo na tela para a esquerda e rever o acidente. Se batida for incrível envie o vídeo para o youtube, compartilhando sua façanha.

O jogo possui um limite de tempo que pode ser estendido passando pelos checkpoints, batendo nos oponentes, atropelando pessoas e vacas e também pegando powerups. Os powerups são barris de metal de diversas cores que explodem quando o carro passa por cima. Dependendo da cor do barril, além de tempo, é possível ganhar outros poderes como dirigir embaixo da água, ficar indestrutível, deixar os pedestres cegos (assim eles não correm e fica mais fácil atropelá-los), turbinar o carro entre outras possibilidades. Alguns barris, pretos com símbolo “?”, são surpresas nem sempre agradáveis. Pode ser que o seu carro se transforme num pinbolim, batendo em tudo ou ainda fique pulando de forma irritante. É pagar para ver. Felizmente todos os powerups duram apenas por alguns segundos, voltando a normalidade assim que o tempo acaba.

Este game não é recomendado para crianças, pois atropelar pessoas e destruir carros não é algo que devemos incentivar. Tanto que no passado o jogo foi proibido em diversos países, inclusive o Brasil e foi comercializado na Europa apenas quando sofreu algumas alterações, exibindo robôs que jorravam óleo preto e zumbis que perdiam gosma verde ao invés de sangue. O que não necessariamente reduzia a diversão.

Escolha entre dois personagens e dois carros: o homem Max Damage, com o carro vermelho, e a mulher Die Anna com o carro amarelo. Com o tempo, novos carros vão sendo desbloqueados o que torna o jogo ainda mais divertido. Acumulando pontos é possível melhorar o seu carro, comprando peças.

Jogabilidade

A jogabilidade é muito boa, e permite além de modificar a forma de controlar o carro, com botões ou acelerômetro. Tanto no iPad quanto no iPhone é possível modificar até a posição dos botões, ficando muito mais confortável passar horas jogando. Característica essa que não tinha visto em nenhum outro jogo. Na tela de configurações do jogo também é possível mudar a posição da câmera, deixando-a na frente do carro. Interessante e desafiador.
Algo que ajuda muito e foi muito bem implementado é a visualização do mapa. Puxe o dedo na tela da esquerda para a direita e o mapa surge, exigindo onde estão os checkpoints e também os seus oponentes. Três níveis de dificuldade são oferecidos: fácil, como matar coelhos com um machado; normal, carnificina diária ou difícil como beijar uma cobra.

Dicas

Algumas dicas podem melhorar sua jogabilidade. Além de acelerar e freiar, use o freio de mão, em algumas situações ele é a única saída. Evite pressionar sobre o canto superior direito da tela, pois o seu carro é concertado, consumindo seus pontos e deixando a possibilidade de comprar upgrades mais distante. Caso o carro capote, espere alguns instantes pois é possível que algum inimigo o encontre desvirando o carro com uma batida. Se não puder esperar, na barra superior da tela e clique em “recover car and continue” mas use com critério, pois consome 2.500 pontos. A forma mais fácil de ganhar o jogo é destruindo os outros carros, mas não esqueça de atropelar alguns pedestres e vacas, pois assim terá mais tempo para destruir seus inimigos. Barris verdes são sempre úteis, pois nos dão tempo, mas vale a pena explorar as outras cores. Apesar de ser possível desbloquear outros carros, alguns deles não são tão bons quanto parecem quando são pilotados por nosso oponentes.

Veja abaixo um vídeo do jogo feito pelos seus criadores:

Versão para Android, PC e Mac

Nesta versão para iPhone e iPad, o jogo voltou como o original: com muito sangue. A versão para Android ficou para o final do ano ou talvez início do ano que vem. A empresa que criou e desenvolveu o jogo conseguiu levantar fundos através da iniciativa KickStarter, onde interessados doam dinheiro para que a idéia se concretize. Opoiar a idéia é interessante, pois dependendo quanto dinheiro é doado, a pessoa que doou recebe prêmios que vão desde licenças do jogo até visitar os estudios e conhecer pessoalmente os desenvolvedores do game. A meta é criar a sequencia de Carmageddon, Reencarnation e lança-la primeiro para PC, provavelmente em 2013. A versão para Mac também já foi prometida e deve ser lançada em seguida.

PratCam

Além de toda a interatividade que o jogo proporciona, uma continua existente neste relançamento: a camera que registra as reações do piloto do carro. As caretas mudam o tempo todo e é muito engraçado ver o rosto assustado do piloto quando o carro atinge velocidades altas ou ainda como ele sacode dentro do carro ao bater contra um muro. Isso é tão divertido que a empresa que criou o jogo, Stainlessgames, criou um outro aplicativo que utiliza o acelerômetro do iPhone para registrar as reações de Max Damage ou Die Anna enquanto você dirige o seu próprio carro. O aplicativo é gratuito e pode ser baixado aqui.

Opinião

Carmageddon, voltou para nos fazer gastar muitas horas na frente do iPhone ou do iPad. É um jogo violento mas muito divertido.  A trilha sonora é boa e os efeitos de som são ótimos. Quem entende um pouco de inglês vai se divertir com os comentários durante o jogo. A jogabilidade continua excelente, o que nos deixa ainda mais ansiosos pela versão para PC e Mac. Boa diversão!

Carmageddon
01234 Total de 55 votos.
Design
Facilidade
Usabilidade
Versatilidade
Preço
Download
524 Downloads até agora

Outras sugestões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *