410ac6ea0bd5626e403e412cfed86b98
6 Comentários
Web
01234

Yu-Gi-Oh! BAM

Há alguns anos atrás, um desenho animado fez a cabeça das crianças e adolescentes brasileiros. Seu nome era Yu-Gi-Oh! e contava a história de um menino aficionado por jogos que recebe um enigma em forma de pirâmide, e, ao solucionar o enigma, libera o espírito de um faraó antigo com poderes mágicos, que passa a habitar no inconsciente no menino e tomando posse de seu corpo em situações de apuros, principalmente nos duelos disputados através do jogo de cartas colecionáveis de mesmo nome.

O desenho se tornou uma febre e com isso todo tipo de produto relacionado à série foi comercializado no Brasil, e, em pouco tempo, praticamente toda criança tinha um baralho (também chamado de deck) próprio para duelar com seus amigos. Embora não seja mais uma mania nacional, a franquia ainda possui fãs dedicados no país e no mundo. Acompanhando a tendência atual, que é adaptar ícones da cultura pop para jogos de Facebook, (como Marvel: Avengers Alliance, Game of Thrones: Ascent e Disney’s Ghosts of Mistwood) a Konami, empresa detentora da marca, não ficou de fora e lançou Yu-Gi-Oh! BAM para a rede social, uma versão do jogo com uma mecânica mais rápida, porém não tão profunda quanto a original.

Como jogar Yu-Gi-Oh! BAM

Se sua preocupação é começar a jogar e se deparar com um jogo demasiado complexo, comum em jogos deste tipo, pode ficar tranquilo pois essa versão do jogo de cartas para o Facebook foi simplificada em relação ao original. Logo de começo você terá um baralho inicial de quinze cartas pronto para ser utilizado. Seu objetivo é reduzir os pontos de vida do adversário a zero com as cartas que possui no deck, através dos ataques e magias.

Yu-Gi-Oh! BAM como jogar

Cada rodada é dividida em três fases: o saque, onde você e seu oponente irão tirar cartas do deck até ter três na mão (caso já possua as três, nenhuma carta é sacada); a fase principal, na qual você deverá posicionar seus monstros e magias no tabuleiro, com três espaços para seus monstros mais três vagas para as magias, nessa parte da rodada também é possível utilizar power ups, que conferem vantagens diversas; e a fase BAM, e é o momento no qual seus monstros serão colocados à prova ao se digladiar com o oponente que está de frente, contando com o auxílio das magias colocadas na mesa. A ordem de prioridade nesse período do jogo são as magias que afetam todo o campo, os efeitos dos monstros (caso algum tenha uma habilidade em especial), as magias que afetam apenas o oponente em frente e o combate dos monstros em si, e o que tiver mais pontos de ataque se sobressai vencedor.

Dica: Se você gosta de jogos de cartas colecionáveis, veja nosso review de Tekken Card Tournament.

Yu-Gi-Oh! BAM cartas

Cartas

As cartas de Yu-Gi-Oh! BAM são divididas em duas categorias: monstros e magias. Os monstros são as cartas que você coloca para combater o oponente, tendo um valor de ataque e, em alguns casos, uma habilidade especial como atacar diretamente os pontos de vida do adversário. As magias são utilizadas para suporte, e vão desde cartas que recuperam vida até as que destroem o monstro inimigo de frente para elas.

Conclusão/Opinião

Yu-Gi-Oh! BAM é um jogo divertido, porém sem foco. Para quem é fã, poderá se divertir por um tempo, mas a falta de profundidade no que se refere às estratégias possíveis pode acabar enjoando rápido, enquanto quem já não era fã do jogo original dificilmente irá ter interesse em começar por essa versão. Mas, para quem tem curiosidade em saber como jogos deste gênero funcionam, a mecânica simplificada desse jogo ajudará bastante.

Yu-Gi-Oh! BAM
01234 Total de 894 votos.
Design
Facilidade
Usabilidade
Versatilidade
Preço
Download
2805 Downloads até agora

Outras sugestões

Comentar

6 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *