logotipo do tutorial da evolução do sistema operativo ios
Um Comentário
iPad

A evolução do sistema operativo iOS

Depois examinarmos o iOS 7 e publicarmos as suas principais novidades nesta notícia, chegou o momento de analisarmos um pouco do passado deste sistema operativo. O nosso retrocesso vai até 2007, ano da sua criação.

Como qualquer usuário que tenha iPhone, iPad, entre outros, ou esteja apenas a para das novidades, sabe que o software apresentou dezenas de mudanças interessantes ao longo dos anos. Dê uma olhada agora neste tutorial para rever cada alteração da plataforma iOS e deixe-nos saber nos comentários abaixo o que você está esperando do novo iOS 7.

iPhone OS

iosQuando a Apple anunciou o lançamento do iPhone, em 2007, os sistemas operativos para celulares touchscreen de consumo estavam longe de ser um padrão. A Apple descreveu a interface deste dispositivo como um “totalmente novo” e como o “novo software pioneiro.” No comunicado de imprensa oficial, Steve Jobs, foi afirmou que: “Todos nós nascemos com o dispositivo apontador final: os nossos dedos. O iPhone usa-os para criar a interface do usuário mais revolucionária, desde o mouse”. O chamado de “iPhone OS”, ofereceu o Google Maps, o iTunes com CoverFlow, um navegador Safari e “widgets”, como: “Weather, Stocks, Mail, Calendar, Camera, Photos, Clock, Notes e Calculator”.

Quanto à beleza, o OS é bastante básico, a sua interface é baseada em ícones, um sistema de boa aparência e muito simples de que os consumidores se apaixonaram desde o início. Eles gostaram da capacidade de “controlar o iPhone com apenas um toque, movimento ou pitada dos seus dedos.”

iPhone OS 2.0

os 2.0Em julho de 2008, era obrigatório que os consumidores experimentassemo iPhone 2.0, cinco meses depois, a Apple tomou a importante decisão de liberar um SDK para desenvolvedores, permitindo que terceiros criem aplicativos para a plataforma. “Estamos entusiasmados com a criação de uma comunidade de desenvolvedores de terceiros vibrante com potencialmente milhares de aplicativos nativos para iPhone e iPod touch,” disse Steve Jobs num comunicado de imprensa. Em janeiro de 2013 a Apple anunciou a comunidade de desenvolvedores que criaram mais de 775 mil aplicativos, que haviam sido baixado mais de 40 bilhões de vezes.

A mais rápida multi-tasking 2.0 também trouxe suporte para o Microsoft Exchange ActiveSync para e-mail, contatos, calendário e sincronização, GPS em tempo real, melhorias de e-mail, busca de contatos e uma nova calculadora científica.

iPhone OS 3.0

os 3.0Para a atualização 3.0 da plataforma iOS a Apple focou-se nas melhorias “sob o capô”. A versão 3.0 (disponível para aparelhos mais antigos, também) caracterizou-se por copiar, cortar e colar recursos muito solicitados, mensagens, MMS e teclado. Melhorou também a pesquisa, gravação de vídeo, trouxe uma bússola, gravação de voz e capacidades básicas de controle de voz.

Em abril de 2010, a Apple lançou o 3.2, bem como o iPad.

iOS 4

ios 4Visualizado em abril de 2010, “o iOS 4” tem uma versão beta para desenvolvedores no mesmo mês, mas não estava disponível para oss consumidores até ao verão. Foi com certeza um marco significativo na história da plataforma iOS. O 4.0 que introduziu o FaceTime, vídeo chamada, verificação ortográfica, multitarefas para aplicativos de terceiros, pastas para organizar aplicativos, a plataformas de publicidade móvel e a estreia do iBooks. “iPhone OS 4 é o quarto maior lançamento do sistema operacional móvel mais avançado do mundo”, disse Steve Jobs, num comunicado de imprensa da Apple. “Estamos a entregar mais de 100 novas funcionalidades, incluindo multitarefas, pastas, caixa de entradas unificadas, apoio mais profundo às empresas e uma versão iPhone do nosso leitor iBooks, o iBookstore online.”

O 4.2 foi lançado em novembro de 2010, trazendo o iPad atualizado com melhorias 4.0. Esta atualização também introduziu o AirPlay e o AirPrint. O 4.3 surgiu em março de 2011, com correções, melhorias e o recurso “Personal Hotspot” para compartilhar conexão móvel de dados de um iPhone via Wi-Fi gratuito.

iOS 5

ios 5O iOS 5 teve tudo sobre a “revolução pós PC”, de acordo com Steve Jobs. O “Free PC” iOS 5 ofereceu aos usuários a capacidade de ativar e configurar os seus dispositivos iOS sem computador, enquanto “over the air” atualiza software. Além disso, mudou a maneira como os usuários existentes de iOS têm as atualizações. Também foi adicionado o iCloud, que sem fios atualizava os e-mail’s, contatos, calendários, fotos, aplicativos, livros, música e muito mais, em todos os dispositivos. A novidade mais escaldante, agarrada ao iOS 5 tinha que ser o Siri. Na época do lançamento, a Apple chamou Siri de “um assistente inteligente que o ajuda a fazer tudo desde que você peça.”

O iOS 5 ostentava mais de 200 novos recursos – centro de notificações, iMessage e Newsstand, por exemplo – a integração com o Twitter e as principais melhorias para edição de fotos que provaram serem muito populares para os consumidores.

iOS 6

ios 6Em setembro de 2012, a Apple deu aos donos de dispositivos iOS mais 200 novos recursos com o lançamento do 6.0.

A novidade mais falada foi o novo aplicativo Maps, que abandonou a oferta da Google em favor da cartografia concebida pela Apple. No entanto, em muitos casos, a aplicação não foi uma melhoria.

O iOS 6 também fez uma mais profunda integração com o Facebook, uma nova funcionalidade Siri e o suporte LTE.

 

iOS 7

ios7Introduzido a 10 de junho de 2013, o iOS 7 é a “maior mudança para iOS desde a introdução do iPhone,” de acordo com o CEO Tim Cook. Talvez o mais impressionante do iOS 7 é o novo e radical design. Os aplicativos nativos da Apple recebem um olhar fresco. A Apple também abraçou a translucidez através de sua nova interface. Outra novidade é o Control Center, um painel de configurações importantes (como Wi-Fi, música e lanterna).

Com o iOS 7, a Apple melhorou as multitarefas através da introdução de uma experiência de aplicação mais intuitiva. O novo sistema vai reconhecer os aplicativos mais usados para melhorar o processamento de fundo. Além disso, o iOS irá atualizar automaticamente os aplicativos que você comprou, fazendo com que não seja necessário fazer o download manual.

Outras sugestões

Comentar

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *