22-VirtualBox
2 Comentários
Windows PC

Criar e restaurar Snapshots no Virtual Box

Se já aderiu à virtualização de sistemas, especialmente para efetuar testes de aplicativos e sistemas operativos, sabe muito bem que as coisas podem correr muito mal. Se ainda não aderiu, fique sabendo que é verdade. Erros acontecem, testes correm mal, e alguns sistemas simplesmente não estão preparados para o que queremos fazer.  Infelizmente, o tempo que é necessário para repor um sistema a um estado válido é intolerável. Felizmente, nos ambientes de virtualização, existe maneira de guardar o estado dos nossos sistemas, para poder retornar a eles e continuar os nossos testes, sempre do mesmo ponto de partida.

Criar SnapShots

No Virtual Box, podemos guardar o estado de um sistema criando um chamado “snapshot”, que é como quem diz uma imagem do estado do sistema. O Snapshot guarda a informação sofre a memória e disco da máquina virtual, permitindo regressar a esse estado no futuro, caso o que venha a ser feito corra mal.  Na verdade, criar um snapshot no Virtual Box é bastante simples – seguindo pelo menu máquina, temos a opção “Criar Snapshot”. Clicando, aparece uma janela onde nós podemos inserir o nome e descrição do snapshot.

tela de criação de snapshot no virtual boxUm bom momento para criar esta snapshot é sempre antes de efetuar qualquer alteração mais importante ao sistema, como a instalação de um aplicativo complexo, ou a alteração de definições profundas. Um bom exemplo é a instalação das adições de convidado do Virtual Box, um pacote de elementos adicionais, específicos ao sistema operativo, e que permite um melhor comportamento do sistema operativo convidado. Estes adicionais podem ser instalados no menu “Dispositivos” -> “Instalar adicionais para convidado” com a máquina virtual a correr.

Recorrendo ao gerenciador de máquinas virtuais (a aplicação que utilizamos para lançar a máquina virtual), podemos ver a sequência de snapshots criadas por nós na máquina, e eliminar as que já não necessitamos. É ainda possível ver detalhes sobre o snapshot, como o estado em que a máquina virtual tinha ao nível de recursos, bem como criar copias do estado (através do ícone da ovelha).

Retaurando Snapshots

tela de restauro de snapshot

Quando as coisas correm mal e necessitamos de voltar para trás, a solução é restaurar um snapshot.  Para tal, devemos para a máquina, e na lista de snapshots existentes para a máquina, escolher o ponto a que pretendemos regressar e clicar no botão “restaurar snapshot” (o ícone da tela com uma seta para cima). Depois desse passo (e escolhendo para guardar ou não o estado atual, também como snapshot), bastará iniciar a máquina virtual. Com isto regressamos ao ativo com uma máquina no estado em que a gravamos.

Conclusão

Quando trabalhamos com virtualização, é importante ter consciência para a criação de pontos de restauro, evitando perdas de tempo e dados nos erros e insucessos nos testes. Este é um ponto onde é importante efetuar testes para comprovar o funcionamento para ter segurança na sua utilização, e introduzi-lo no nosso fluxo de trabalho.

Outras sugestões

Comentar

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *