Folders-OS-Windows-8-Metro-icon
2 Comentários
Windows PC

Iniciação ao Windows 8 – Instalar o Windows 8 no Virtual Box

O Windows 8 vêm aí – dia 26 deste mês de outubro o novo OS da Microsoft ficará disponível na sua versão final. O Windows 8 trás uma nova experiência de utilização, em especial pelo novo “Modern UI-Style”, anteriormente conhecido como “Metro”. O novo estilo apresenta uma abordagem cuidada e consistente de apresentação focando o conteúdo, novas possibilidades de aplicações, e a viragem para as plataformas de tablet e touch.

Se há inovação na abordagem da Microsoft neste novo sistema operativo, há também questões de usabilidade que devem ser consideradas. O famoso Menu Iniciar, que existe desde o Windows 95, desapareceu. Acredito que a utilização do novo OS irá trazer confusão a muitas pessoas. E para evitar isso, nada melhor que instalar e testar o Windows 8, para ver as novidades, aprender os atalhos, e ficar guru do OS quando ele chegar na sua versão final. Nesta série, vamos explorar o Windows 8  no desktop, usando a versão RTM da mesma.

Tutoriais da série Iniciação ao Windows 8:

O que é preciso?

Há duas possibilidades para efetuar o teste. O primeiro é ter um PC livre, e instala-lo aí. Há um melhor aproveitamento do hardware, e uma experiência dedicada. Infelizmente, nem sempre temos um PC extra para fazer este tipo de teste, e portanto a segunda opção, que vou explorar neste tutorial é através de uma máquina virtual usando o VirtualBox.

  • Descarregue a versão de avaliação do Window 8  Enterprise Edition (http://technet.microsoft.com/en-US/evalcenter/hh699156.aspx?ocid=wc-tn-wctc), que pode ser usado durante 90 dias.  Esta versão permitirá efetuar o teste que pretendemos. O ficheiro ISO tem 3.25GB. O Windows 8 necessita de hardware equivalente ao do Windows 7 – Processador com um minimo de 1 GHz, , 1 Gigabyte de RAM (para 32 bits  ou 2 GB para a versão de 64 bits), 16GB de espaço em disco para a versão de 32 bits (ou 20 GB para a de 64bits), e placa gráfica com suporte ao Direct X 9. A resolução de ecrã minima que devemos usar é 1024 x 768. É importante ter estes parâmetros em consideração quando configurarmos a máquina virtual.
  • Descarregar e instalar o Virtual Box. O Virtual Box permitirá criar uma máquina virtual onde podemos instalar o Windows 8, sem tocar no nosso sistema operativo, e efetuar o teste ao OS.

Criar a máquina virtual

1 – No Virtual Box, crie uma nova máquina virtual para onde instalará o Windows 8. Para isso clique em “Novo” no menu principal (ou no menu “máquina”).

2 – No assistente de criação de máquinas, dê um nome e escolhe o Windows 8 como a versão que iremos instalar. Se o nome tiver um 8 no nome, a versão passa automaticamente para Windows 8. Depois clique em “Próximo”.

passo 1 de criação da máquina virtual

3 – O assistente pede o tamanho da memória  para a máquina virtual. Escolha no mínimo 1024Mb. Pode associar mais memória se tiver disponível no seu computador. O Windows 8 é mais “poupado” na memória que os seus antecessores. Para já vou continuar com o mínimo, para ver o comportamento. Clique em “Próximo” para continuar.

passo 2  - definir memória

4 – O quarto passo serve para criar o disco rígido. Este será um ficheiro que ficará no nosso computador com os dados do disco da máquina virtual. O assistente sugere 25GB. Pode assumir esse valor. Crie um disco novo com esse tamanho clicando em “criar”.

passo 3  - criar o disco virtual

4.1 – No seletor de tipo de arquivo de disco rígido, escolhe o formato VDI da virtual box. Se o leitor estiver habituado a outros sistemas de virtualização, poderá escolher um formato que permita a utilização nesses sistemas também.

passo 4.1 - escolhe o tipo de disco

4.2 – Acerca do armazenamento em disco rígido físico, selecione “Dinamicamente alocado”. Desta forma, o ficheiro do disco rígido crescerá com as necessidades até ao tamanho máximo. Evitamos assim ter um ficheiro enorme no nosso disco, em que grande parte desse ficheiro não tem informação. Clique em “Próximo”.

4.3 – Finalmente, em relação ao disco virtual, selecione o local onde ficará armazenado. Por defeito, ficará na pasta dos discos virtuais da instalação do virtual box, nos “Meus Documentos”. Clique em “Criar” para terminar esta fase.

Finalizar a criação da máquina virtual

A máquina está pronta para arrancar e iniciar a instalação do Windows 8.

Arrancar com a máquina virtual

Para iniciar a máquina virtual, basta clicar em “Iniciar” no menu principal (ou no menu “Máquina”). O Virtual Box criará uma nova janela com o arranque do PC virtual, e no decorrer do processo, é comum aparecer janelas informativas sobre a captura do teclado e rato. É útil e recomendo ler o conteúdo dessas janelas.

A primeira janela importante é a de seleção do disco de arranque. O Virtual Box lista as drives de CD/DVD (reais ou virtuais) do nosso PC. No entanto, queremos é carregar o ficheiro ISO de instalação do Windows 8. clicando no ícone da pasta podemos selecionar o ficheiro .ISO que pretendemos. Depois, devemos clicar em “Iniciar” para começar o processo de instalação.

Iniciar a máquina virtual e escolher o ficheiro ISO

Instalação do Windows 8

1- O processo de instalação começa com a seleção de definições linguísticos. Esta versão apenas ter a linguá inglesa de instalação, mas permite as definições regionais em português. Depois de selecionar as definições, clique em “Next” para passar para a tela seguinte e depois em “Install Now” para iniciar a instalação

Iniciar a instalação do Windows 8

2 – Quando a janela de termos de licença aparecer, marque um visto na caixa de aceitação e clique em “Next”.

3 – Escolhe o modo “Custom” para esta instalação que criará uma instalação completamente nova.

a opção custom permite uma instalação nova

4 – Deverá dedicar todo o espaço do disco à instalação do Windows 8. Basta clicar no “Next” nesta janela.

Escolher o disco

O processo de instalação continua, copiando ficheiros e instalando funcionalidades. Deve aguardar, o que poderá demorar alguns minutos. Poderá reiniciar a máquina virtual ao longo do processo. De qualquer forma, uma vez concluído, será apresentado um conjunto de telas para personalizar a experiência do Windows.

5 – No ecrã de personalização, selecione o esquema de cor e dê um nome descritivo à instalação. Quando concluído, clique em “Next”.

Personalize a instalação

6 – O passo seguinte permite configurar algumas definições. Vamos aceitar neste tutorial a definição dos “express settings”. Mais tarde, nesta série, veremos como ajustar as definições. Clique me “Use Express Settings” para continuar.

7 – O Windows 8 exige uma conta da Microsoft (por exemplo, uma conta do Live Messenger) para poder sincronizar os dados e aceder à loja de aplicativos. Preencha a caixa com o email. Mais tarde, receberá um e- mail nessa conta a confirmar a autorização de acesso do computador. Se não tiver uma conta, poderá usar as opções no fundo da tela para criar uma nova. No fim, clique em “Next”.

Indique a conta de user do Messenger

8 – O Windows irá verificar a existência da conta, pelo que depois terá de inserir a password para se autenticar. Insira a password para continuar.

9 – O Windows solicita também informação de um número de telefone de contacto para ajudar a recuperar a password, se necessário. Indique o país e o número a associar e clique em “Next”.

Indicação do número de telefone para recuperação de pass

Os dados da Microsoft serão atualizados e a conta de utilizador será criado na instalação. Durante esse período surge uma mensagem no ecrã que para este novo Windows é importante – “Move o cursor para qualquer canto”. É importante porque os menus no geral estão escondidos e o acesso passará a ser pela colocação do rato nos diversos cantos do ecrã. este é um ponto fundamental no uso do Windows 8, e que iremos explorar melhor nos próximos artigos desta série.

Uma vez concluída a instalação e configuração, é apresentado o nosso “start screen” que substitui o menu iniciar antigo. O nosso Windows 8 está pronto para explorar!

O start screen

Conclusão

Criar uma máquina virtual e instalar o Windows 8 é, na verdade, um processo bastante simples. Tem vários passos e demora um pouco, mas está ao alcance de qualquer um. A vantagem é que não necessitamos de um segundo PC para testar software e sistemas operativos novos.

Agora com o Windows 8 instalado, explore e  experimente-o, nunca esquecendo que as opções “escondidas” estão nos cantos. Arraste o rato até cada um deles para ver o que encontra! Nos próximos artigos vamos explorar mais opções e funcionalidades do novo Windows 8.

Outras sugestões

Comentar

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *