Card Hunter

Card Hunter

01234
12 de setembro de 2013
Um Comentário

Com certeza você já incorporou cavaleiros medievais e magos poderosos em jogos de RPG, como fizemos em Kingsroad. É provável que também já tenha esbarrado com muitos jogos de cartas, Berserk Universe sendo um exemplo destes. Mas um jogo que mistura os dois estilos não é visto com tanta facilidade, mesmo que ambos sejam ambientados normalmente em cenários de fantasia medieval. Este não é o caso de Card Hunter, um jogo onde sua tarefa será entrar na pele de um jogador de RPG (!).

É isso mesmo que acabaram de ler, ao invés de ser um elfo arqueiro com habilidades sobrehumanas, você será um apenas um jogador reunido com os amigos para uma sessão do jogo de interpretação de papéis, aquele jogado com papel, caneta e dados. Além da premissa curiosa, sua jogabilidade é bem diferente da que estamos acostumados com jogos de gênero. Outro ponto que merece atenção são seus gráficos estilizados e a veia cômica que o cerca, que arrancarão boas risadas. Caso tenha ficado curioso em saber mais sobre o Card Hunter na nossa análise detalhada. Assim, vai saber com mais certeza se esse é um tipo de jogo que realmente gosta, suas principais características e seus maiores pontos negativos e positivos. Cofira o review completo logo abaixo!

Leia também no Apptuts20 melhores aplicativos para tratar fotos no iPhone e Android

Como jogar Card Hunter

Card Hunter é um jogo que a princípio parece complicado, mas funciona de maneira simples. Sua premissa é cumprir as aventuras propostas pelo mestre de jogo, que são representadas por um ícone no mapa principal. Para isso, você deverá levantar um time de até três personagens com o objetivo de representar seu jogador nas aventuras.

Card Hunter como jogar

Cada aventura possui uma história, contada em texto por Gary, um mestre de jogo novato que aspira ser um mestre lendário como seu irmão mais velho Melvin, apesar do mesmo viver o repreendendo por sua inexperiência, o que rende diálogos cômicos para quem conhece o gênero. Depois de ser introduzido à história, chega a hora do combate.

Cada luta é realizada por turnos em um tabuleiro de papel dividido em quadrados, onde seus personagens e os inimigos são posicionados automaticamente. Cada ação do jogo, inclusive andar, é conduzida através de cartas que são disponibilizadas no início de cada rodada. As cartas são categorizadas por cor, sendo as básicas: azuis, cartas que movimentam seu personagem pelo tabuleiro; vermelhas, usadas para atacar; e brancas, utilizadas para cura e suporte. Outras categorias também estão presentes, mas estragaria a surpresa se contássemos todas.

Ao encerrar cada fase da aventura, você receberá equipamentos para acoplar a seus personagens. É possível que estranhe não receber cartas, dada sua importância, mas este é um dos pontos mais legais deste jogo de RPG online, pois cada equipamento rende a seu herói um conjunto de cartas para ser utilizada nas lutas. Por conta disso não é possível dizer que este é um jogo de cartas colecionáveis, como War of the Fallen.


Conclusão/Opinião

Card Hunter é um jogo que atrairá os fãs do gênero, e, mesmo que não seja tão atraente para quem nunca reuniu amigos para sessões de RPG recheadas de pizzas e salgadinhos, ele é muito simples de se entender, além de contar com um tutorial bem explicado.

Card Hunter dicas de jogo

O único ponto que decepciona é o seu modo multijogador, focado apenas em partidas contra outros jogadores. Embora esta modalidade não seja ruim, além de render equipamentos interessantes para seu grupo de heróis do modo para um jogador, uma aventura cooperativa com certeza seria um atrativo ainda maior. Esperamos ver um modo deste no futuro.

Card Hunter é viciante, mesmo que a fórmula do jogo consista em realizar aventuras, conquistar equipamentos mais fortes para embarcar em aventuras mais difíceis, é possível que fique boas horas nesse divertido ciclo. Outro ponto interessante é o seu plano de assinatura opcional, que rende itens adicionais ao final de cada aventura, além de também ser possível comprar novos modelos para seus personagens com dinheiro real.

Portanto, arme seus personagens, pegue seus dados e se prepare para muitas jornadas em Card Hunter, e não se esqueça de deixar um comentário nos dizendo o que achou do jogo!

Leia também no Apptuts:

Gostou do Card Hunter?

Deu para aproveitar a nossa análise completa para conhecer mais sobre o Card Hunter? Não esqueça de deixar seu comentário nos dizendo o que achou do jogo depois de o experimentar por si próprio.


Seções:
Card Hunter
01234 Total de 66 votos.
Design
Facilidade
Usabilidade
Versatilidade
Preço



Junte-se a nós na nossa área de membros!
Faça login ou registre-se e receba as novidades em primeira mão.
Guarde artigos para ler mais tarde ou acesse aos seus favoritos.

Comente este artigo

* Campos de preenchimento obrigatório

1 Comentário

  1. Sérgio Bilck 11 de outubro de 2014 3:02

    Já jogo CardHunter faz algum tempo, na realidade eu me inscrevi para receber convite quando saisse a versão beta. É um dos melhores jogos lançados nos utimos tempos, o som é maneiro, a jogabilidade é excelente, um jogo leve e que remete os veteranos do RPG à nostalgia das mesas com tabuleiros e peças, anotações em fichas e salgadinhos na mesa. Além de tudo isso, dá a sensação de combinar com a coisa dos cards. Resumindo, é praticamente perfeito no que se propoe. O modo de ações por turnos no tabuleiro com casas, faz requerer estratégia e raciocínio. Recomendadíssimo, excelente jogo, divirto-me demais com ele.

Voltar ao topo