Como saber se alguém está usando seu Wi-Fi?
2 de outubro de 2015
2 Comentários
Como saber se alguém está usando seu Wi-Fi?
Como saber se alguém está usando seu Wi-Fi?

Como saber se alguém está usando seu Wi-Fi?

2 Comentários

Às vezes é possível perceber que a sua rede Wi-Fi ficou bem mais lenta sem motivo algum, mas em vez de simplesmente culpar o provedor de internet, é necessário pensar em outros motivos que podem estar causando o problema, principalmente se isso estiver acontecendo com frequência.

Uma das piores possibilidades é que alguém pode ter encontrado um meio de usar o seu Wi-Fi sem permissão. Este tipo de coisas pode congestionar a sua rede de internet, mas também dá a possibilidade para a pessoa conseguir hackear informações dos seus dispositivos que estiverem conectados na mesma rede. Para impedir que isso aconteça, confira nosso tutorial para saber se alguém está usando seu Wi-Fi e como é possível bloqueá-los.

Analisando sua rede Wi-Fi

Há uma maneira bem simples de descobrir mais sobre sua rede Wi-Fi usando um aplicativo chamando Fing (clique aqui para baixá-lo para o Android ou iOS). Instale-o em seu smartphone e tenha certeza de que o dispositivo está conectada à rede que você quer analisar.

Abra o app e você deverá ver o nome da sua rede Wi-Fi logo no menu inicial, junto com algumas opções de configurações e um ícone de atualização. Clique neste ícone para que o aplicativo mostre quais dispositivos estão conectados à sua rede Wi-Fi.

descobrir quem usa o Wi-Fi

A lista aparecerá com alguns indicativos dizendo qual dispositivo é um smartphone ou computador, por exemplo. Para saber mais sobre um dispositivo conectado à sua internet, basta clicar nele e você verá algumas informações e terá opções sobre o que fazer com ele. Entre elas, você pode até marcar uma opção para saber quando o tal dispositivo se conecta ou desconecta da sua rede.

Você deverá reconhecer seus dispositivos (ou dos seus amigos ou família) facilmente, mas se algo estranho ou desconhecido aparecer, é possível que alguém realmente esteja usando sua internet sem permissão. Isso nos leva à outra parte do tutorial!

Bloqueando dispositivos desconhecidos

Se você notou algum dispositivo desconhecido em sua rede, é hora de bloquear o ladrão de Wi-Fi de vez. Antes disso, recomendamos que você investigue se este dispositivo realmente não pertence a ninguém conhecido, já que é bem possível cometer um engano com este tipo de coisa.


Se realmente há alguém usando sua rede sem permissão, a primeira coisa a se fazer é anotar o endereço MAC do tal dispositivo. Para encontrá-lo, vá ao aplicativo Ping, clique no dispositivo suspeito e anote o que estiver escrito em “MAC Address” (será um conjunto de letras e números).

Agora, vá ao seu computador e digite o IP do seu roteador no seu navegador da internet (como geralmente se faz quando é necessário configurar algo no roteador). Para roteadores da D-Link, o IP é 192.168.0.1 geralmente, mas outros modelos podem ser encontrados facilmente na internet. Faça seu login e encontre as opções de segurança, que podem estar na seção de configurações avançadas. Procure as opções de filtros e selecione os filtros de MAC (que podem estar como “MAC Filters”).

Wi-Fi sem permissão

Digite o endereço do MAC no campo que surgir e escolha a opção de negar o bloquear o acesso à sua rede para este endereço específico. Confirme a ação e você deverá ver o endereço de MAC bloqueado em uma lista logo abaixo destas opções se tudo der certo. Isso significa que este dispositivo não poderá mais usar sua internet a menos que você reverta o processo.

Dicas de senhas mais seguras

Uma ótima maneira de se assegurar que ninguém usará seu Wi-Fi é colocar uma senha mais forte para proteger a sua rede. Para te ajudar com isso, separamos algumas dicas especiais logo abaixo:

  • Use caracteres especiais: Quando se trata de senhas, devemos usar qualquer coisa que pudermos para dificultar outras pessoas ou até mesmo programas a descobrir quais são. Uma das melhores formas de fazer isso é incluir caracteres especiais em suas senhas. Caso queira criar uma senha como “senhapadrao”, considere deixá-la assim: “senh@padra0!”. Números e caracteres especiais ajudam na complexidade e segurança de sua senha.
  • Cuidado com sites suspeitos: Sites suspeitos, principalmente aqueles que não possuem protocolo HTTPS podem enganar usuários e roubar senhas de acesso endereços de e-mail. Fique sempre atento às paginas que está visitando e certifique-se que são genuínas.
  • Use senhas grandes: O tamanho de sua senha é importante, programas que encontram senhas tentam diversas combinações diferentes até descobrir qual é a sua. Ou seja, quanto maior a senha, mais trabalho para hackers. Procure algo entre 8 e 11 caracteres, mas evite passar disso.
  • Crie senhas difíceis: Evite fazer senhas simples que constem por exemplo apenas o nome de seu bichinho de estimação, data de aniversário sua ou de familiares, etc. Procure senhas que são relevantes para você, mas que outras pessoas não possam descobrir facilmente. Pode parecer uma óbvio, mas é uma das melhores dicas para não ter suas senhas hackeadas. O número de pessoas que utilizam senhas como “senha123” ou “123123” é maior do que você imagina.

Outras dicas:

Gostou das dicas?

E então, gostou das nossas dicas de hoje? Com estes passos bem simples, fica bem mais fácil de manter sua rede e suas informações bem mais seguras! Só não esqueça de deixar um comentário dizendo se conseguiu seguir nosso tutorial direitinho ou se ficou com alguma dúvida.





Junte-se a nós na nossa área de membros!
Faça login ou registre-se e receba as novidades em primeira mão.
Guarde artigos para ler mais tarde ou acesse aos seus favoritos.

Comente este artigo

* Campos de preenchimento obrigatório

2 Comentários

  1. Kailaine 8 de maio de 2017 19:21

    Não tem como deu baixar…TRISTE

  2. camila 24 de março de 2018 21:05

    quemestausamdoomeuwifi

Voltar ao topo