7 motivos para não comprar o Galaxy Note 7
9 de agosto de 2016
13 Comentários
7 motivos para não comprar o Galaxy Note 7
7 motivos para não comprar o Galaxy Note 7

7 motivos para não comprar o Galaxy Note 7

13 Comentários

Independente do aparelho que escolher, vantagens e desvantagens devem ser levadas em consideração na decisão de compra. Após levantarmos sete motivos para fazer o upgrade para o novo celular da Samsung, listamos outros 7 motivos para não comprar o Galaxy Note 7 e manter o seu smartphone por mais algum tempo.

 

1. Possui poucas diferenças entre o recém-lançado Samsung Galaxy S7 Edge

Motivos para não comprar o Galaxy Note 7

Para quem possui smartphones Android ou iPhones mais recentes, não vale a pena investir no Galaxy S7 Edge. Apesar de contar com melhorias de performance em relação a estes celulares, a diferença não justifica o investimento extra. Algumas destas especificações, como a memória de 4GB RAM, são exatamente iguais ao recém-lançado S7 Edge, entre outros.

2. Conta com apenas uma entrada para chip

Como a maioria dos smartphones atuais conta com espaço para mais de um chip SIM, a falta de um segundo espaço conta como uma desvantagem para o smartphone. Com isso, os usuários ficam limitados a apenas uma operadora ou, em viagens internacionais, obriga os usuários a trocar os cartões SIM constantemente. Apesar de algo pequeno, a incoveniência acaba por ser um dos motivos para não comprar o Galaxy Note 7.

3. Sem rádio FM

Função básica e comum entre os smartphones, o novo celular da Samsung descartou a função de reprodução de rádio FM. Com isso, os usuários ficam limitados a usar apenas serviços de música por streaming ou à biblioteca local de seu celular.

Motivos para não comprar o Galaxy Note 7

4. Pouca duração de bateria

Apesar de seu tamanho – maior que a média dos smartphones -, o Galaxy Note 7 conta com um tempo de duração relativamente curto. Sua capacidade é de 3500 mAH, menor que o padrão praticado pela maioria dos celulares atualmente. Considerando que mesmo o padrão é considerado baixo, a pouca bateria se torna um dos motivos para não comprar o Galaxy Note 7.


Veja também:

5. Bateria não removível

Além da pouca duração de bateria em relação às suas especificações, não é possível remover a bateria original do Galaxy Note 7. A combinação entre a desvantagem anterior e a impossibilidade de substituir a bateria tornam obrigatório o uso de carregadores portáteis. A necessidade de maior investimento em acessórios, junto ao preço alto que detalhamos logo abaixo, se tornam uma combinação matadora entre os 7 motivos para não comprar o Galaxy Note 7.

6. Preço alto em relação às melhorias

Com preço ainda não revelado no Brasil, a pré-venda do Galaxy Note 7 tem ficado na faixa dos$849,99. Convertendo para reais, o valor do smartphone fica em R$ 2.695,00. Isso sem contar os custos de importação e os altos impostos para produtos tecnológicos do país, fazendo com que o novo celular da Samsung seja lançado no país com um preço pouco acessível para a grande maioria dos usuários, mesmo àqueles que prezam por possuir as edições mais atuais de seus dispositivos móveis.

Motivos para não comprar o Galaxy Note 7

7. O Samsung Galaxy S8 pode chegar em breve

O Galaxy Note 7 ainda nem lançou, mas os primeiros – e grandes – rumores sobre o Galaxy S8 já começaram a aparecer. O primeiro boato já indica que a tela do smartphone, que pode chegar no primeiro semestre do próximo ano, contará com resolução 4K. Mesmo com um display excelente, as possibilidades de futuro da linha principal da Samsung tornam a espera um decisão mais sábia em relação ao investimento imediato.

Apesar de contar com elementos vantajosos e novas ferramentas para redução do consumo de bateria e funcionalidades novas da S-Pen, a combinação de alto preço e baixa duração de bateria são bons motivos para não comprar o Galaxy Note 7, mantendo seu smartphone atual. Considerando vantagens e desvantagens, é saudável esperar o que o Galaxy S8 poderá oferecer em seu lançamento no ano que vem antes de decidir em fazer o investimento.

 


Seções:



Junte-se a nós na nossa área de membros!
Faça login ou registre-se e receba as novidades em primeira mão.
Guarde artigos para ler mais tarde ou acesse aos seus favoritos.

Comente este artigo

* Campos de preenchimento obrigatório

13 Comentários

  1. Thoru 11 de agosto de 2016 23:00

    Péssima análise. Muito ruim mesmo. Por partes.
    1. Por um motivo muito óbvio, a comparação se vale a pena não deve ser feita com o S7 Edge mas com o Note 5. Isso deveria ser óbvio porque o Note 7 é da linha Galaxy Note e o S7 Edge é da linha Galaxy S. São linhas complementares da Samsung e por isso lançadas com 6 meses de diferença. A linha Note nunca foi e nem será base de comparativo para a linha S e vice-versa. Os Note são maiores e contam com a S-Pen. Até mesmo por isso, o lançamento dos Notes não implica automaticamente em uma redução de preço dos Ss, como acontece com lançamentos da mesma linha (exemplo Iphone).
    2. Contar o fato de ter apenas um chip como desvantagem é absurdo. Nenhum aparelho realmente high-end Android é dual chip. Pelo menos não no Brasil. Embora as empresas, como a Samsung, lancem versões dual para outros mercados, principalmente o chinês. Essas versões muitooo raramente chegam ao Brasil. Ao mesmo tempo, isso muitas vezes implica na perda da memória expansível, o que, a meu ver, é infinitamente mais útil. Então, ter dual chip é diferencial positivo e não ter é simplesmente ser igual os outros.
    3. Concordo que a falta de rádio FM é um ponto negativo e que ter tal recurso seria ótimo. Mas o número de pessoas que compram um celular nesse nível de preço e realmente utilizaria o rádio é mínimo. Com tanta memória (interna e cartão), o dono pode colocar milhares das músicas que adora, baixadas da Internet ou dos programas de streaming, e não ficar dependendo da programação da rádio. Tenho smartphone a três e nunca senti absolutamente a falta desse recurso.
    4. Bizarro. Uma pessoa que chega e fala que uma bateria de 3500 mAH é pequena e menor que o padrão atual dos celulares tem sérios problemas. A imensa maioria dos smarts (incluindo os iPhones) mal tem baterias de 3000 mAH. O Note 7 poderia ter uma bateria maior que o S7 Edge e seus 3600 tendo em vista seu tamanho, mas infelizmente veio com 100 mAH a mesmo. Mesmo assim, dizer que o celular terá pouca bateria sem nem mesmo testar o aparelho é ridículo. O S7 Edge, com recurso Always On desligado, tem um tempo de uso excelente e o mesmo deve acontecer com o Note 7.
    5. Concordo novamente que ter uma bateria não removível é horrível. Mas temos que levar em consideração outros fatores. Primeiro que o atual design da Samsung (que era brutalmente criticado na época do plástico e baterias removíveis) não permite bateria removível. Segundo porque os principais concorrentes, HTC 10 e iPhones 6S e S6 Plus também não tem bateria removível. O G5 só veio para o Brasil na versão capada. Os Motorolas tem traseira removível mas não a bateria. Dessa forma, assim como o que acontece com o rádio, ter bateria não removível é mais do mesmo e não desvantagem.
    6. Mais um ponto com problemas. Comparar preço de smartphone tomando o preço em dólar como base. O preço do smartphone será de R$ 4300,00, mas virá acompanhado do novo Gear VR (provavelmente 700 reais) e do fone de ouvido wireless IconX (aproximadamente 1400 reais) durante a pré-venda. Além disso, esse era o preço oficial do S7 Edge até pouco tempo e é o preço dos iPhones 6S Plus básicos. Em relação ao Note 5 que foi lançado por 3700 reais, houve acréscimo sim, mas moramos no Brasil e essas m***** são esperadas. Mas houve melhorias sensíveis sim em relação ao seu predecessor. Melhor processador. Melhor GPU. Mais espaço interno. CARTÃO DE MEMÓRIA. Câmera melhor, apesar da redução de megapixels, se tomarmos por base a câmera dos S7. Gorilla Glass 5. RESISTÊNCIA IP68. NOVA S-PEN (que pode ser utilizada debaixo d´água).
    7. BISONHO. O Galaxy S8, além de não ser realmente concorrente do Note 7, só será lançado em fevereiro de 2017, seguindo a planilha de lançamento anual da Samsung. Então não existe esse EM BREVE. Além disso, não existe nenhum rumor realmente confiável de que a tela do S7 será 4K, ainda mais depois que a Sony lançou o Xperia Z5 Premium com tela nessa resolução e isso não significou nada em termos de marketing. O único rumor consistente a respeito do S8 diz respeito a possibilidade da Samsung abandonar a linha normal e utilizar apenas a tela dual edge (igual os S6 e S7 Edge). Dessa forma, não teríamos um Galaxy S8, apenas o S8 Edge. Mas isso, novamente, são apenas rumores.
    Pode ser apenas um artigo com motivos para não comprar o Note 7, mas está bem aquém da realidade.

    • Luiz 18 de outubro de 2016 10:51

      ACHEI A AVALIAÇÃO E ANÁLISE DELE, BASTANTE CONSISTENTE, SEM SER TENDENCIOSA COMO A SUA.
      Deves ser vendedor ou empregado.
      Pois ACABEI DE TOMAR A DECISÃO DE NÃO COMPRAR MESMO. VOU COMPRAR O IPHONE 7 MESMO.

    • Luiz 18 de outubro de 2016 10:54

      Fevereiro de 2017 não é em breve?
      Vc mora em que planeta?
      O celular da Samsung é caro, é um chip só e a bateria fixa é um atraso. PÉSSIMO. Já a avaliação do site é magnífica.

    • Samir Demétrio 27 de novembro de 2016 0:12

      Quem faz textão, certeza que tomou no cú grandão. Manja dos paranauê, só que é doutrinado.

      Tanto você, quanto o autor Filipe Salles, pecaram com muitos equívocos. O leitor é inteligente, sabe o que pode considerar, e isso é um ponto bom.

      Beijos para você (Thoru não é nome), e uma abraço para o Filipe ☺

  2. Romero 15 de agosto de 2016 19:21

    De fato análise medonha. Kkkkkkkkkk
    Acho que vou pegar um desse Note 7. Mesmo sendo caro… Acabei de quebrar a tela do meu note 4 (por sinal que belo aparelho tbm). Pra quem for querer o óculos e os fones vale a pena pegar no lançamento.

  3. Paulo Brandão 16 de agosto de 2016 20:28

    “o novo celular da Samsung descartou a função de reprodução de rádio FM” … pelo menos desde o note 4 essa linha não tem rádio FM

  4. Fabio Thasmo 18 de agosto de 2016 22:43

    O motivo mais sem nexo é o 7, Não compre o Note 7 por que o S8 chega em breve.

    E quando lançar o S8? não devo comprar porque o Note 8 chega em breve, mais tambem não compre o note 8 o S9 chega em breve, melhor….. nunca compre um celular porque logo vão lançar outro.
    kkkkkkk

  5. ANDRE C DESSOTTI 25 de agosto de 2016 23:48

    7 motivos para não ler esta análise

  6. andetson braga tavares 28 de agosto de 2016 13:05

    cara muito ridiculo esse artigo tinha um note 5 mais me roubaram apesar de apenas 2 meses de uso nao o trocaria por outro ja estava pensando pegar um s7 na vivo mais quando vi que lancou o note 7 ja estou na espectativa dele chegar na lija sempre gostei da linha note, tive um note 1 durou 3 anos e nao tive problemas infelizmente depoia queimou a placa fui p 5 e agira ja quero o note 7.

  7. Jose caetano 14 de outubro de 2016 1:22

    Neste momento e desde há muito tempo que nenhuma outra marca do setor bate a Samsung. Sempre tive e sempre terei enquanto mantiver o atual padrão de qualidade

  8. Luiz 18 de outubro de 2016 10:58

    Parabéns pela avaliação. Mostra o que não falam na hora da venda. Sem noção o enorme comentário abaixo que julga fevereiro de 2017 anos luz de distância.
    Um celular por esse preço, com bateria fixa e slot só para um chip… ABSURDO. Tô fora!
    PARABÉNS PELA AVALIAÇÃO…

  9. Deadpool 19 de outubro de 2016 20:24

    Booommm

  10. cahao 15 de novembro de 2016 0:00

    8 – ele explode

Voltar ao topo