Spotify vs Apple Music: Vantagens e Desvantagens
4 de novembro de 2019
Nenhum Comentário
Spotify vs Apple Music: Vantagens e Desvantagens
Spotify vs Apple Music: Vantagens e Desvantagens

Spotify vs Apple Music: Vantagens e Desvantagens

Nenhum Comentário

O serviço de streaming da Apple, o Apple Music, é bastante jovem e foi lançado em 2015. Já o Spotify está em funcionamento há mais de uma década, iniciando suas funções em 2008.

Ambas as plataformas tem milhões de assinantes em todas as plataformas, mas o Spotify ainda é o maior, com quase 110 milhões de assinantes e mais 120 milhões de usuários gratuitos. Já o Apple Music tem um número bem menor, 60 milhões de assinantes.

Considerando que ambas plataformas são excelentes, nós decidimos criar esse artigo em que dissecamos todas as funcionalidades e diferenças entre Spotify vs Apple music, para que você possa tomar a melhor decisão. E, não importa a que conclusão chegar, temos truques para Spotify e dicas para Apple Music!

1. Preços

Um fator muito importante quando vamos decidir o que usar ou comprar é quanto custa, e não é diferente nessa situação.

Vamos começar pelo Spotify: os planos oferecidos são mensalidades de R$ 16,90 para uma conta individual, R$ 21,90 para acesso a duas contas, R$ 26,90 pelo plano familiar, com acesso a até 6 contas, e por fim o plano para estudantes, que é R$ 8,50. Além disso, você ainda pode desfrutar de três meses grátis antes de ter que pagar qualquer coisa.

O Apple Music tem preços bastantes similares aos do Spotify, mas oferece menos opções de planos. São três: o plano individual, que custa R$ 16,90; o plano família, que custa R$ 24,90 para acesso a até 6 contas que estejam conectadas por grupo familiar; e o para estudantes, que custa R$ 8,50. Assim como o concorrente, oferece três meses grátis.

Preços Spotify

Uma coisa na qual o Spotify deixa o Apple Music para trás é que oferece um plano gratuito com restrições, enquanto o concorrente oferece apenas acesso à rádio Beats1 para quem não quer pagar. As restrições do plano são que grande parte dos álbuns e playlists vão estar disponíveis apenas no modo aleatório, além de interrupções por propagandas.


Aqui, o Spotify vence não só por oferecer mais opções de planos para o usuário, mas também por oferecer o modo gratuito.

2. Qualidade de áudio

A qualidade do som é, certamente, uma das características mais importantes na comparação entre Spotify vs Apple Music. E, independente de que aplicativo de música você usar, o seu fone vai influenciar muito no quanto pode desfrutar de suas melodias. Para isso, temos uma lista dos melhores fones de ouvido bluetooth.

Vamos, novamente, começar pelo Spotify: essa aplicação usa o formato Ogg Vorbis para reprodução em seus aplicativos móveis e para computador, e usa o formato AAC para o seu reprodutor no navegador e pelo Chromecast. Quando reproduzido em Ogg, as músicas são tocadas em até 320kbps, se premium, e 160kbps, se gratuito. Já no formato AAC, é 256kbps se premium, e 128kbps se gratuito.

O lado do Apple Music é bem simples: tudo é reproduzido, exclusivamente, em arquivos AAC 256kbps. O número pode até ser menor que os 320kbps do Spotify, mas o resultado é basicamente o mesmo.

Ambas plataformas oferecem equalizador, mas o do Spotify é consideravelmente melhor e tem o benefício de ser diretamente no app, enquanto o do Apple Music é nas configurações do seu celular. No caso de iOS, é em “Configurações” e em “Música”. Já no android, vai depender de se o seu celular tem algum equalizador ou não.

Nessa comparação, o Spotify vence por pouco, pela melhor implementação do equalizador.

3. Compatibilidade

Outro fator interessante de se considerar na escolha entre Spotify vs Apple Music é em quais dos seus dispositivos eles funcionam, e qual funciona melhor neles.

Vamos começar com as similaridades: ambos são compatíveis com qualquer alto-falante bluetooth e a maior parte das plataformas disponíveis, incluindo Android, iOS, Mac, Windows, Linux, nos assistentes da Alexa e no HomePod. Funcionam, ainda, na Apple TV, na Fire TV e com o Apple Watch. Ambos tem suporte tanto a Chromecast quanto a Airplay.

Eles têm diversas diferenças, contudo, principalmente nas versões das plataformas que são suportadas.

O Spotify funciona nas seguintes versões (ou mais recentes): Android 4.1, iOS 11, MacOS 10.10 e Windows 7 ou superior. O seu suporte ao Linux é limitado, já que é feito extra-oficialmente pelos desenvolvedores. Tem suporte, ainda, a todos assistentes da Google, e a todos dispositivos com Spotify Connect, tais como Xbox e Playstation, além de muitos outros.

Compatibilidade Spotify vs Apple Music

Já o Apple Music requer as seguintes versões (ou mais recentes): Android 4.3, iOS 8.4 e iTunes 12.2 para Windows ou Mac. É possível usar o serviço no Linux através do navegador.

Aqui, o Spotify ganha, e muito, oferecendo uma gama muito maior de dispositivos compatíveis.

4.Biblioteca e músicas offline

Essa é uma área em que o vencedor da disputa é bastante claro: Apple Music.

Ambos oferecem uma quantia absolutamente imensa de músicas, chegando a mais de 50 milhões, e oferecem acesso adiantado a certos álbuns, e ambos te permitem reproduzir as músicas disponíveis no seu dispositivo, mas é aí que as similaridades acabam. O Apple Music oferece, também, acesso exclusivo a alguns clipes e vídeos de música.

Além disso, tem a Sincronização de Bibliotecas, oferecida pela Apple, que disponibiliza todas suas músicas em todos seus dispositivos, desde que esteja logado com sua Apple ID. E a melhor parte é que o limite para quantas músicas você pode sincronizar ou baixar é o seu armazenamento, ao contrário do Spotify, que te permite baixar 10,000 músicas.

5. Interface e navegação

O Spotify tem uma interface bastante minimalista e simples, mas que cumpre muito bem suas funções. Ela é extremamente intuitiva o que resulta no usuário não precisando perder tempo procurando o que precisa. O app oferece apenas um tema, o tema escuro. Aliás, se você gosta desse tema, veja como ativar o modo escuro em diversos apps.

Assim como o competidor, o app é bem fácil de usar, e tem uma interface muito acessível e intuitiva. Mas, ao contrário do outro, oferece dois temas, o escuro e o claro, e possui uma opção de alternar entre eles automaticamente caso o modo economia de bateria esteja ativo. Nos dois, todas as abas principais de controle estão na parte inferior da tela.

Interface e Navegação Spotify vs Apple Music

O mais antigo deles tem animações e curtos vídeos para algumas músicas, e ambos oferecem letras para acompanhar diversas das canções. Contudo, apenas o Apple Music oferece algo extremamente útil, que é a busca de músicas por sua letra.

Os dois podem ser controlados através da interface tanto do Google Maps quanto do Android Auto, caso esteja dirigindo e usando o GPS, mas esse serviço está disponível apenas para o Spotify no Waze.

Nessa sessão, há um empate entre Spotify vs Apple Music.

6. Ferramentas de descoberta

Uma vantagem que esses aplicativos tem sobre os apps para ouvir música offline é a facilidade em descobrir músicas novas, devido às ferramentas com que eles são equipados.

Logo ao começar a usar qualquer um dos dois, eles já te pedem para selecionar os seus gêneros de música e artistas preferidos, para já dar informações ao algorítimo de sugestões. Conforme vai usando os aplicativos e ouvindo o que gosta, as sugestões vão melhorando.

O Spotify tem a playlist “Descobertas da Semana”, que renova suas músicas toda semana, e as Daily Mix, que são renovadas diariamente. Elas são playlists geradas pelo Spotify com base no que você costuma ouvir, desde que começou a usar o app. Além disso, tem a aba “Navegar”, onde dá para explorar novos artistas e gêneros.

Ferramentas de Descoberta Spotify vs Apple Music

Em sua tela inicial, tem sugestões do que ouvir, com base no passado. Inclui opções que vão desde o que “Não sai de seus ouvidos” até coisas desconhecidas para você, mas que o algorítimo recomenda.

O Apple Music tem as playlists “Mix”, que são renovadas com frequência e servem o mesmo propósito das “Descobertas da Semana” do Spotify. Tem, também, a aba “Para você”, que te recomenda o que ouvir com base não só no que você escuta, mas também com as suas respostas iniciais de artistas e gêneros preferidos.

Enfim, por mais que ambos tenham ferramentas do tipo que funcionam bem, o Spotify tem um algorítimo que é muito melhor, o que faz com que ele ganhe essa rodada.

7. Rádio

Entre Spotify vs Apple Music, apenas um deles tem, realmente, rádios: Apple Music, com a Beats1, uma rádio feita por DJ’s reais que funciona o tempo inteiro, sem interrupções. Essa é uma outra ferramenta extremamente útil para descobrir coisas novas e até bastante desconhecidas.

O Spotify não oferece rádios propriamente ditas, como a Beats1, mas no lugar tem as rádios geradas com base no que você estava ouvindo. Se botou um álbum pra tocar e ele chegou ao fim, a música não para e o Spotify segue tocando coisas similares. Contudo, isso não é limitado apenas a essa plataforma, o Apple Music oferece a mesma coisa.

Aqui, não sobra dúvidas: o serviço da Apple ganha.

Beats1 Radio Spotify vs Apple Music

8. Ferramentas sociais

Uma grande vantagem do Apple Music nesse quesito é o recurso “Connect”, que é uma área em que os artistas podem se comunicar livremente com os fãs, expondo seu trabalho, suas inspirações e sua vida, se assim quiserem, ao público. É uma maneira deles se aproximarem de sua audiência, o que pode ser algo muito legal.

As pessoas podem curtir e responder às publicações dos artistas que, por sua vez, podem falar diretamente com cada usuário que disse alguma coisa.

Esse é um recurso que falta no Spotify, e é uma área em que a plataforma deixa a desejar. Ela oferece, apenas, integração com o Facebook, possibilidade de seguir artistas e seus amigos, visualizar, se assim permitido, o que eles estão ouvindo, e o compartilhamento de playlists, todas ferramentas presentes no concorrente.

O Spotify oferece, como vantagem exclusiva dele, códigos para compartilhamento mais fácil de músicas, álbuns e playlists. É algo legal de ter, mas não chega nem perto de ser indispensável, o que faz com que o vitorioso da rodada seja o Apple Music.

Bônus: Modo exercício

O Spotify tinha um modo exercício antigamente, mas desde então ele foi incorporado em apps de terceiros. Mesmo que não seja algo no próprio aplicativo, é uma integração muito interessante dessa plataforma. Funciona, basicamente, achando as músicas com o ritmo certo para tocar, de acordo com o ritmo da corrida do usuário.

Por mais que seja apenas por integração a apps de terceiros e não uma ferramenta nativa do aplicativo, o fato do Apple Music não ter essa capacidade faz do Spotify o vencedor da categoria.

Conclusão

Ambos aplicativos oferecem vantagens e desvantagens, como demonstrado acima. Algo único do Spotify é a possibilidade de usar o aplicativo de forma gratuita, então se é isso o que você quer, essa é a sua opção. Agora, se está disposto a pagar pelo uso, a decisão se torna um pouco mais complicada.

Considerando apenas a pontuação, Spotify ficou com 5 e Apple Music com 3. Mas um resultado real não se dá apenas por isso, mas também pelo contexto do usuário.

O que dá para se dizer é que, se você já tem diversos produtos Apple, ou se usa o iTunes e tem músicas guardadas lá, o Apple Music provavelmente é a escolha certa para você. Se quer garantir que, não importa o dispositivo, vai poder reproduzir suas músicas, Spotify é o certo. E, se quer descobrir coisas novas, provavelmente deve ir para o Spotify.

Então, o que achou da nossa comparação de Spotify vs Apple Music?

Esperamos que tenha gostado do artigo, e que ele tenha te ajudado a tomar uma melhor decisão sobre qual dos serviços usar. Vale lembrar que a Apple acabou de lançar seus Airpods Pro para que você possa ouvir suas músicas na melhor qualidade possível! Deixa um comentário falando qual app você usa, e se fomos de auxílio.





Junte-se a nós na nossa área de membros!
Faça login ou registre-se e receba as novidades em primeira mão.
Guarde artigos para ler mais tarde ou acesse aos seus favoritos.

Comente este artigo

* Campos de preenchimento obrigatório

Voltar ao topo