15 dicas úteis para vender o seu iPad Mini com facilidade
3 de fevereiro de 2017
Nenhum Comentário
15 dicas úteis para vender o seu iPad Mini com facilidade
15 dicas úteis para vender o seu iPad Mini com facilidade

15 dicas úteis para vender o seu iPad Mini com facilidade

Nenhum Comentário

Considerando que o iPad Mini não recebe modelos novos com a mesma frequência dos iPhones, é natural que seus usuários fiquem com o dispositivo por muito mais tempo. Ainda assim, chega uma hora que você pode querer um novo tablet ou que simplesmente não quer mais seu antigo iPad. Em situações assim, acaba valendo mais a pena vender o iPad Mini para conseguir um dinheiro extra e ainda ter a possibilidade de adquirir um modelo mais novo. É claro que ainda há algumas medidas básicas que você deve tomar antes da venda ser realizada. Para conferir como você pode realizar uma venda rápida do seu iPad, basta conferir nossas dicas logo abaixo!

Leia também: 7 maiores dicas para reconhecer um iPhone 7 falso

1. Saiba se vale a pena

ipad pro mini

Antes de qualquer coisa, se certifique de que realmente vale a pena vender o seu iPad Mini para outra pessoa. Recomendamos que faça uma boa pesquisa para saber o interesse do público, o preço realizado por modelos novos e usados e se há algum tablet novo da Apple prestes a ser anunciado.

Geralmente, as pessoas não procuram aparelhos usados quando algo novo está para ser lançado, então pode valer a pena esperar um pouco mais nesses casos. Tudo isso lhe dará uma boa perspectiva da situação no geral.

2. Faça o desbloqueio

Outro fato importante e essencial é o desbloqueio do iPad Mini caso seja um aparelho com 3G e esteja vinculado à uma operadora específica. Isso apenas vai atrapalhar sua venda, tendo em vista que diminuirá o número de possíveis compradores à pessoas que possuem um chip ou número da operadora em questão.

Para fazer isso, é necessário entrar em contato com sua operadora e pedir pelo desbloqueio do smartphone. Felizmente, este pode ser um processo bem simples e rápido de fazer.

3. Faça backup

Como os tablets são ainda mais usados para guardar arquivos, documentos e informações diversas, você realmente deve considerar fazer um backup completo do aparelho antes de vendê-lo. Isso pode ser feito diretamente através do iTunes, o que ainda garantirá que seu novo iPad tenha exatamente tudo o que o outro possuía.


Mesmo que você não compre outro tablet, é recomendável que faça o backup, afinal, vale a pena ter seus arquivos salvos de qualquer maneira.

4. Desabilite o “Buscar”

ipad

A opção “Buscar meu iPhone” (o nome é este até nos iPads) é bem útil para ajudar alguém a encontrar seu iPhone ou iPad perdido, mas é preciso desativá-la antes mesmo de realizar a venda do aparelho.

Isso vai garantir que seus dados fiquem em segurança e que o novo dono do aparelho possa usá-lo sem problemas. Você pode fazer isso diretamente no aplicativo “Buscar” que fica na tela inicial do seu dispositivo.

5. Restaure o iPad Mini

Depois de fazer tudo o que já recomendamos, é hora de apagar todos os dados do iPad Mini para deixá-lo como novo. Lembrando que isso só poderá ser feito se você já tiver desativado o “Buscar meu iPhone”, senão o próprio iPad pedirá que você faça isso.

Se não souber como realizar esta formatação ou quiser dicas, basta conferir nosso tutorial detalhado sobre o assunto neste link.

6. Confira o estado do aparelho

Por mais que os iPads continuem valendo bastante ao longo do tempo, não dá para esperar muita coisa se o aparelho estiver em más condições. Dê uma olhada geral no estado da tela, carcaça e funcionamento geral do aparelho para saber se dá para vendê-lo ou não.

Se tiver dúvidas, é uma boa ideia pedir que um amigo com mais conhecimentos sobre o assunto ou até mesmo ir até uma assistência técnica para saber mais sobre o estado do iPad Mini.

7. Identifique os problemas

trocar de ipad

É claro que não adianta verificar só as condições externas do iPad, já que é o funcionamento dele que mais importará ao comprador. Confira e veja se os botões estão funcionando bem, se a tela não tem manchas internas, se as câmeras estão de acordo, se o áudio está normal, etc.

Todos esses pequenos detalhes devem ser mencionados aos possíveis interessados e ao futuro dono do aparelho, já que isso poderia causar problemas bem sérios para você.

8. Limpe o iPad

Também não deixe a higiene do aparelho de lado, afinal, ninguém vai querer comprar um iPad todo sujo ou com marcas de dedos em toda a tela. Essa não é uma tarefa tão trabalhosa e ainda vai garantir que mais compradores se interessem pelo produto.

9. Tire fotos

Outro passo necessário é de tirar algumas fotos para mostrar aos futuros interessados no aparelho. É uma boa ideia tanto para você mostrar em anúncios online quanto para amigos que possam querer comprar o iPad.

Não esqueça de tirar fotos de diversos ângulos e do aparelho funcionando para ser mais efetivo. Se o smartphone tiver algum tipo risco ou arranhão, faça questão de mostrar isso nas fotos para que ninguém compre achando que o aparelho está em perfeito estado.

10. Estabeleça um preço justo

teclado do mac no ipad

Como mencionamos anteriormente, é muito importante pesquisar e ter noção do interesse do público sobre este aparelho. Isso se aplica especialmente ao preço cobrado por outros vendedores de iPads usados, já que esta será sua principal base.

Não tente cobrar algo muito absurdo, mesmo que o aparelho esteja em ótimo estado ou que venha com acessórios. Assim, há mais chances de conseguir atrair pessoas interessadas no seu smartphone usado.

11. Venda para conhecidos

Antes de tentar vender o seu iPad Mini em qualquer lugar da internet, pode ser uma boa alternativa tentar vendê-lo para algum algum amigo ou uma pessoa da sua família. Além de tornar a venda mais simples e segura, você poderá mostrar e entregar o aparelho pessoalmente.

12. Venda na internet

Se não conseguir vender o tablet para algum conhecido, o melhor é recorrer à internet. Nestes casos, o mais interessante é fazer um anúncio simples no Mercado Livre ou até mesmo no OLX, já que é possível ter uma boa visibilidade totalmente de graça.

Esses sites oferecem diversas opções de anúncio, sendo que você pode até pagar uma pequena taxa para oferecer mais formas de pagamento aos compradores, por exemplo.

13. Faça um bom anúncio

Na hora de montar o anúncio do iPad Mini, inclua todas as informações e fotos que tiver do aparelho, além de uma descrição bem detalhada dele. Diga quando ele foi comprado, o tempo total de uso, se já caiu no chão, se apresenta riscos, se está com algum problema de funcionamento, etc.

Tudo isso vai deixar o anúncio bem mais completo e vai dar mais confiança aos possíveis compradores, então é um passo extremamente importante a se seguir.

14. Responda as dúvidas

qual ipad escolher

Com o anúncio postado na internet, não vai demorar para que os interessados comecem a aparecer. Com isso, também é natural que eles tenham algumas dúvidas, até para terem mais segurança e certeza do que estão tentando comprar.

Nossa maior recomendação é que você seja atencioso e que responda tudo com bastante paciência e honestidade. Isso vai ajudar a pessoa a se decidir e você poderá realizar a venda de maneira bem mais rápida.

15. Aceite outras ofertas

Vender um smartphone usados nem sempre é uma algo fácil de se fazer, ainda mais com tantos modelos novos sendo lançados todos os meses. Então, tenha a mente aberta e aceite possíveis ofertas alternativas de possíveis interessados no aparelho.

Se pensar bem, vale mais a pena dar um desconto e vender o iPad Mini em pouco tempo do que esperar por diversos meses até que alguém aceite o seu preço original.

Gostou das dicas para vender o iPad Mini?

Deu para aproveitar nossas dicas para realizar uma venda segura e rápida do seu iPad Mini? Não esqueça de deixar um comentário nos dizendo qual dica foi mais útil ou se ficou com alguma dúvida sobre o assunto!


Seções:



Junte-se a nós na nossa área de membros!
Faça login ou registre-se e receba as novidades em primeira mão.
Guarde artigos para ler mais tarde ou acesse aos seus favoritos.

Comente este artigo

* Campos de preenchimento obrigatório

Voltar ao topo