Ebook Grátis: Como começar seu negócio de criação de aplicativos
9 de setembro de 2016
Nenhum Comentário
Ebook Grátis: Como começar seu negócio de criação de aplicativos
Ebook Grátis: Como começar seu negócio de criação de aplicativos

Ebook Grátis: Como começar seu negócio de criação de aplicativos

Nenhum Comentário

Mesmo para os que tem mais conhecimento sobre mundo dos aplicativos mobile, começar um negócio para venda de apps pode ser um tanto complicado. Hoje, vamos esclarecer justamente as dúvidas relacionadas a este processo e listar algumas tarefas que você deve trabalhar antes de entrar nesta indústria.

A primeira questão que você deve estar se perguntando é: “Como criar aplicativos sem saber programar e tornar isso um negócio?“. Esta é bastante fácil, em plataformas como a GoodBarber você pode facilmente começar a construir seus apps e escalar seu negócio, principalmente se você faz parte do programa de revendedor, que permite que você crie quantos aplicativos desejar.

Em seguida, é preciso se questionar sobre o seu modelo de negócios, você irá criar uma agência ou ser um profissional independente? Esta é uma decisão importante, pois a sua forma de atuação no mercado também será pautada nesta escolha. Não existe certo nem errado para essa questão, no entanto, a criação de uma agência digital pode transmitir mais confiança aos potencias clientes, visto que estarão lidando de empresa para empresa.

Uma vez que você tenha decidido sua forma de atuação, também é importante entender quem são os seus cliente-alvo, em qual indústria você ira focar seus esforços e como você irá realizar a prospecção de clientes. Este também é um ponto chave para seu sucesso, entender quem é seu público ideal irá fazer o processo de venda muito mais fluído. Além disso, atuar em uma área que você tenha mais conhecimento fará com que as interações com os clientes se tornem mais simples — você pode utilizar o efeito surpresa e ir para sua reunião com um app pré-finalizado, assim o cliente verá o potencial do aplicativo e será mais fácil de fechar o negócio.

Abordando questões mais práticas, você precisa preparar alguns aspectos do seu negócio antes de começar sua atuação. Este checklist irá ajudar você a se organizar:

Nome & Branding

Se você for atuar como uma agência, é provável que você queira dar um nome ao negócio que remeta ao seus serviços dedicados para quem você está se posicionando. Então invista o tempo necessário para conceber este que vai ser um dos principais elementos da sua marca, e estará ligado a sua empresa por toda a vida dela. Assim que tiver definido o nome, você pode partir para parte criativa dos aspectos visuais da marca, como logotipo, cartão de visita etc. É importante que estas criações também transmitam a “alma” da sua empresa, assim você se conectará mais facilmente como seu público-alvo.

Portfólio

Ter um área organizada em seu site ou catálogo onde os potenciais clientes possam acessar e conferir seus trabalhos anteriores é vital durante o processo de venda. Para que eles possam ter uma referência das suas habilidades e com que você irá agregar no negócio deles, liste os seus principais projetos e inclua imagens e dados que mostrem todos os benefícios que um aplicativo pode trazer para eles.

Outra excelente forma de repassar confiabilidade para sua empresa é solicitar que seus clientes anteriores escrevam pequenos depoimentos. Apresente-os na mesma página de portfólio em seu site e deixe que as pessoas que utilizaram seus serviços e aplicativos sejam os advogados da qualidade de seu trabalho.


E claro, não precisamos nem alertar para isso mas certifique-se de não incluir depoimentos falsos e confirmar com seus clientes que eles podem ser diretamente mencionados. Esta dica é especialmente útil para quando grandes empresas renomadas utilizarem seus serviços, o que ajuda a agregar valor à sua própria marca e conquistar a confiança do público alvo.

Contas de desenvolvedor

Este é o ponto mais burocrático que você precisa cumprir antes de entrar no mercado de venda de aplicativos. As contas de desenvolvedor são independentes para cada loja e cada uma tem um valor diferenciado, App Store, U$100/ano, e Google Play, U$25. Você não necessariamente precisa adquirir as duas ao mesmo tempo, mas fazendo isso você poderá oferecer mais opção para seus clientes, publicando em ambas plataformas e dando mais opções para os seus usuários.

Caso esteja incerto sobre em qual plataforma publicar seu primeiro aplicativo, recomendamos que escolha o Android primeiro, isso porquê ele é o sistema operacional que conta com o maior número de usuários atualmente – especialmente considerando que dispositivos da Apple são mais premium – a partir disso, você poderá fazer uma boa amostragem do desempenho de seu aplicativo e então portá-lo também para o iOS.

Existem vantagens e desvantagens para cada uma das plataformas, afinal, não podemos deixar de mencionar que a App Store é tida como sendo mais refinada para os aplicativos, até mesmo por causa de seu preço elevado em relação à Google Play. Mesmo assim, se você tem certeza que seu público está lá, não hesite e, finalmente, considere investir nas duas.

Sistema de gestão de clientes

Um sistema de gestão de clientes é uma ótima ferramenta para controlar as suas negociações e garantir que você está dando a todos os seus contatos uma ótima experiência de atendimento. Existem diversas ferramentas gratuitas para este tipo de atividade, você pode escolher a que melhor atender as suas necessidades.

Estas são algumas instruções para você se preparar para entrar no mercado de venda de aplicativos. Para mais informações e dicas, baixe o e-book grátis Guia das Agências:

negocio-de-aplicativos


Seções:



Junte-se a nós na nossa área de membros!
Faça login ou registre-se e receba as novidades em primeira mão.
Guarde artigos para ler mais tarde ou acesse aos seus favoritos.

Comente este artigo

* Campos de preenchimento obrigatório

Voltar ao topo