Twitter permite que usuários compartilhem partes de artigos
2 de setembro de 2013
Nenhum Comentário
Twitter permite que usuários compartilhem partes de artigos
Twitter permite que usuários compartilhem partes de artigos

Twitter permite que usuários compartilhem partes de artigos

Nenhum Comentário

Um novo recurso do Twitter pode mudar a forma como as pessoas compartilham e descobrem histórias.O The New York Times testou um novo recurso na semana passada, que permite aos usuários clicarem num frase destacada de uma história, e fazerem um tweet diretamente, em vez de apenas fazerem um tweet à manchete. Os leitores que vêem o tweet e clicam no link que o acompanha são trazidos para a parte destacada da história, ao invés de serem reencaminhados para o início do artigo.

A ideia por trás do recurso foi que, enquanto um título nem sempre agarra, uma frase cativante a partir do meio de uma história pode fazer resultar o truque de cativar as pessoas. O reporter de Times, Dave Itzkoff explicou ao Poynter o seu método para determinar quais frases a destacar: “Basta um pouco de adivinhação e tentar imaginar aquilo com que os leitores se sentiriam atraídos e que faria melhorar o artigo em termos de resumir a história como um todo.”

Anteriormente, os usuários poderiam sempre ler uma história, em seguida, copiar e colar uma frase interessante em um tweet. Agora, o novo recurso permite que publicações identifiquem o material interessante ou digno de citação para os leitores.

O Times, disse Poynter, que o uso deste gênero de tweets não irão transitar para todas as suas histórias, mas sim servirão como uma experiência. O Twitter ainda não anunciou quando o recurso estará disponível para outros meios de comunicação a utilizar.

twitter permite que os usuários compartilhem partes de artigos

Seções:
Junte-se a nós na nossa área de membros!
Faça login ou registre-se e receba as novidades em primeira mão.
Guarde artigos para ler mais tarde ou acesse aos seus favoritos.

Comente este artigo

* Campos de preenchimento obrigatório

Voltar ao topo